segunda-feira, 23 de março de 2009

Fugir

A propósito de dar a mão, agora parece que muita gente está a precisar que alguém dê uma mão, um braço, uma perna ou mesmo o corpo inteiro. Quem não tem quem dê qualquer coisita parece que tem de fugir para outro lugar, mudando mesmo de país.

Fugir dos problemas é que está a dar...

10 comentários:

Só tu disse...

Para quê fugir? Eles não desaparecem e se forem como eu estão tramados que fico a pensar neles até os conseguir resolver. Já agora... preciso de uma mão:)

Bruno Marques disse...

Se puder ajudar...o que precisas? :D

Anónimo disse...

Que visão tão redutora dos emigrantes...por essas e por outras é que Portugal não sai da cêpa torta!
Com tanto mundo para conhecer, porquÊ viver aqui para sempre? Ah..sim...mais vale nascer, crescer e morrer no mesmo sítio, porque dá muito trabalho mexer o cu para tentar uma vida melhor.
Enfim...fico contente que nem todos os nossos antepassados tenham pensado assim, senão nem sequer sabiamos que existia a austrália.
São opiniões...
Boa noite!
Monica

Só tu disse...

Obrigado... aqui está um problema em que penso e não consegue desaparecer... uma decisão importante que terei de tomar... talvez um novo rumo à vida

Só tu disse...

Mas não vou virar emigrante:)

Bruno Marques disse...

...e eu nem sequer falei em emigrantes...:D

Anónimo disse...

Cito: " Mudando mesmo de país..." :)

Só tu disse...

Eu sei Bruno que não foste tu a falar:)

Bruno Marques disse...

LOL :D

Observador disse...

O Bruno fala de histórias passadas no tão corrupto concelho de Famalicão !