sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Lá na rádio

Hoje o Pedro esteve lá na rádio. Sei lá, a recordar os velhos tempos. É sempre como nos velhos tempos e como se nada tivesse mudado. Na verdade temos grande vontade de voltar a trabalhar juntos e acredito que voltará a ser possível um dia. Algures por aí...mas possível...

E o engraçado é que continuamos a ter as mesmas conversas que tinhamos naquele local, sobre tudo e mais alguma coisa, ele com os problemas e a histórias engraçadas dele, eu com a minha ponderação, tentando manter o nível da conversa. Outras vezes contribuindo para descambar.

Acho que isto é que é a nostalgia dos tempos. Recalcar, reviver e voltar a baralhar. Dar as cartas e ver que apesar das mudanças tudo se mantém como dantes.

nostalgia
(francês nostalgie)
s. f.

1. Tristeza profunda causada por saudades do afastamento da pátria ou da terra natal.

2. Estado melancólico causado pela falta de algo.

4 comentários:

Pedro Reis Sá disse...

o que dizer a quem escreve assim?
vou fazer a mala mas não me vou mudar.
vou conversar mas não vou descambar.
vou voltar e voltar e nunca mudar!

Foi bom. Parecia parte daquela casa que também já foi minha!
Gostei. A repetir!
Foram mais que 5 minutos ;)

Bruno Marques disse...

5 minutos foi só numa das ocasiões...:D É sempre bom...

Anónimo disse...

Isto é o que de mais bonito a vida tem:as pessoas.
Parece simples:dois amigos encontram-se, conversam, recordam, riem, têm saudades, mas no final devem ter dito "até logo, ou até um dia destes, dá noticias, porta-te bem...
São estes momentos, aparentemente banais, que preenchem a nossa vida.
Devia existir "UM DIA DEDICADO AOS AMIGOS" (que é como quem diz àqueles que nos aturam durante a vida).

Pedro Reis Sá disse...

É sempre um até já com o Bruno...
Comigo a ligar-lhe mais vezes :)