terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Vocabulário

Ainda a propósito de vocabulário, não de internetês, há pouco tempo atrás conheci um grupo interessante de brasileiros. Super gente fina (expressão brasileira) e não podíamos deixar passas a oportunidade para falarmos de tudo e mais alguma coisa.

Diferenças culturais entre os dois países (Brasil e Portugal), acontecimentos recentes, troca de experiências, essas coisas. Este facto ajudou ainda a aumentar o meu léxico, ou seja, permitiu-me ficar a conhecer novas palavras, em português do Brasil.

Por exemplo, granfino, zagueiro, banheiro, time, fuçar, bater um papo, capotar...e por aí fora...

É giro ver que existem formas diferentes de dizer uma mesma coisa. E acreditem que com sotaque o português fica ainda mais bonito e engraçado. Uma coisa que posso também garantir é que os palavrões são os mesmo e os brasileiros conseguem dizê-los com tanta ou maior frequência que os portugueses. Eu sei que é difícil de acreditar...

7 comentários:

Flávia disse...

Ouvir um brasileiro a dizer palavrões é um pagode. De resto os exemplos que deste aí são normais. Oh Bru, nunca viste novelas? :D

Bruno Marques disse...

Sabes, não gosto muito de novelas...:D

Pedro Reis Sá disse...

O que se costuma ouvir em Brasileiro ?

Jorge Rita disse...

...O que se costuma ouvir em brasileiro não sei, mas depois de ver esse olho com reflexo da bandeira brasileira so me ocorre citar Gabriel o Pensador" Ordem e progressoo- sua bunda é um sucesso!!"

mari (a)penas... disse...

Desculpem a invasão mas este post tenho que comentar.

Vivo em Lisboa e tenho actualmente uma colega de casa brasileira (e já tive duas, imaginem a festa) e percebi que não é só engraçado ver que palavras diferentes significam o mesmo. É tão ou mais giro ainda ver que a mesma palavra significa coisas tão diferentes.

Estou a lembrar-me de palavras como bravo ou desfalecer e umas quantas que não raro o dia vamos descobrindo.
Ver que quando digo loiça elas riem (agora ela), porque supostamete me enganei, dado que nunca tinham ouvido (dizem sempre louça).

E o significado que tem para eles a palavra cacete e afins...

***

Flávia disse...

Bru, o facto de não gostares não significa que não vejas ou não tenhas visto :P e eu sei que pela tua senhora de vez em quando fazes o sacrifício.. :D

Bruno Marques disse...

Pois Flá. É por aí. Sou forçado...:D

Mari, gostei do exemplo do cacete. Bem bonito...:)