domingo, 1 de fevereiro de 2009

Trabalhar

Nem sempre é fácil trabalhar. Hoje, por exemplo, tive de fazer um relato longe do terreno de jogo e com umas janelas à minha frente que estavam todas molhadas e não deixavam ver bem os acontecimentos.

Para além de termos de trabalhar, ainda precisamos de o fazer em condições complicadas. Acreditem que às vezes é complicado fazer relatos de futebol nas divisões menos mediáticas. Enquanto não for muitas vezes em cima de uma placa, menos mal...

5 comentários:

José Luís Araújo disse...

Ossos do ofício...

Jorge Rita disse...

Já fiz em cima da placa, entre os adeptos da equipa da casa, junto á linha de fundo numa mesa improvisada e com um frio de morrer, e de pé, junto á linha sem direito sequer a mesa para fazer tirar apontamentos.
Já fiz...mas cansei.

Pedro Reis Sá disse...

Eu já fiz, não cansei mas espero fazer em melhores condições.
Sinceramente ouvi um bocado e estás a melhorar puto! Muito bem no grito do golo do João Cruz.
O que vale é que sei que o próximo será ainda melhor!

Bruno Marques disse...

A tendência é sempre para melhorar. Quanto a histórias de relatos e de locais onde foram feito, também já tenho a minha dose. Fazer entre os adeptos da equipa da casa é mesmo o mais natural. Em cima de uma placa também já fiz, mas o melhor foi mesmo na sede de um clube que ficava muito longe do terreno de jogo...:D

Flávia disse...

Eu até já fiz relatos em cima da trave da baliza (até desviei uma bola pra canto..) e às cavalitas do árbitros que hoje parece o corcunda de notre damme..

:P