quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Transfer...


Ora, para os que sabem sou um autêntico "fanático" pelo futebol.
Gosto das transferências, das tácticas, do espectáculo, das fintas...
Admiro Jorge Mendes. Foi dos poucos que esteve activo... e Só mesmo eles conseguiria colocar Ricardo Quaresma no Chelsea... as boas relações com o empresário já se sabia mas colocar o "mustang" não era fácil.
A sorte de Quaresma relançar a carreira foi a lesão de Joe Cole!
Mal de uns, sorte de outros!

Por exemplo, "mal" de Miguel Veloso que continua no Sporting a ganhar 30 mil euros... e ainda falta de condições psicológicas e afins ? O que há-de dizer um desempregado com filhos e praticamente sem dinheiro para comer...quanto mais para ir ao cabeleireiro!

5 comentários:

Anónimo disse...

Não concordo com os salários exorbitantes que pagam aos jogadores de futebol, apesar de toda a gente me dizer que eles se esforçam imenso, que aos 30 e tal anos não jogam mais e precisam de um bom salário agora, que fazem um esforço físico desgastante, que dão visibilidade a portugal....a verdade é apenas uma...o trabalho de um jogador é mais complicado que o de um trolha ou outra dessas profissões? Se eu tivesse um massagista, tivesse dinheiro para ir p spa's, cabeleireiros, ter grandes casas e carros e viajar..tb n me importava de jogar futebol!:)
M.

Só tu disse...

Que direi eu que para ter alguma coisa trabalho de solo a solo e ainda há sempre aqueles que dizem que nada faço... realmente com salário de jogador... aí sim fazia como o Miguel Veloso

Flávia disse...

Neste caso específico do Quaresma, o Jorge Mendes é que merece o cognome de Harry Potter, pois o Quaresma é como aqueles bifes viçosos e bem temperados, com ar tenrinho, mas metes um naco à boca e mastigas, mastigas e não consegues engolir... O Inter mastigou, mastigou e lá encontrou o prato do Chelse par ao meter na beira... Eu não sou a Maya, e já estive mais atenta a futebol, mas eu antevi que o Quaresma ia ser um flop no Inter... e no Chelsea igual... é uma questão de personalidade e não te talento.

Quanto aos salários DA ELITE dos jogadores (e nunca de todos - olhemos o Estrela), não ganham assim tanto comparando com o que dão a ganhar a quem não levanta o cu da cadeira - falo de empresários, dirigentes de clubes, de associações tipo FIFA e UEFA, de marcas e outros personagens mais ou menos obscuros que deambulam pelo mundo futebolístico...

Bruno Marques disse...

Flá, posso subscrever a tua opinião? :)

Flávia disse...

:)põe lá a cruz.