segunda-feira, 26 de julho de 2010

Stranger

Não é preciso estarmos em Moscovo ou outro qualquer lugar específico para por vezes nos sentirmos estranhos. Mesmo no meio de conhecidos conseguimos ser estranhos.

2 comentários:

patrícia disse...

É tão frequente sentir-me estranha... :( **

Bruno Marques disse...

Pois...