quinta-feira, 4 de março de 2010

Open your eyes

Deviamos poder seleccionar o cenário e a pessoa com quem estamos em determinado momento da vida. Devia ser possível criarmos, a nosso belo prazer, todos os elementos que integram um dado momento. O tom do céu, a paisagem envolvente, as palavras que dizemos e ouvimos...

A cena final do Vanilla Sky é um grande exemplo disso mesmo.

«Every passing minute is a chance to turn it all around»

7 comentários:

Jess disse...

Grande filme...Embora acho que a versao orginal e muito melhor mesmo... Ja viste? "Abre los ojos". Espero que estejas fixe. Bjs

Bruno Marques disse...

Por acaso ainda não vi o Abre los Ojos. Mas vou seguir a tua sugestão. Vou ver. :)

Estou óptimo. E tu? :)

sofia disse...

Ainda me lembro de ver este filme...confesso há bem pouco tempo ia postar este mesmo excerto pelo tanto que diz...As vezes precisamos mesmo de manter os olhos fechados para poder ter e perder umas tantas coisas...era tao bom que os sonhos passassem para o real...e que por vezes nao fosse preciso falar...era bom poderemos voltar com o filme da vida a tras...mas um dia..."o cruzamento será posssivel"...a felicidade passa tambem pelo qe nos deixam ficar...pelo que nos tornamos e pelo que podemos ser e fazer...bem...confesso este filme fazme vaguear...

Bruno Marques disse...

Adorei este filme quando o vi e fiquei dias e dias a pensar nele. :)

Lúcia Leitão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
sofia disse...

é daqueles mesmo...olha sem palavras senao se tento lá vai mais um testamento...

Jess disse...

...POis muito profundo e e bestial a mensagem que passa. Td com algum frio...lol bjs