quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

LOST IN THE SUN

Leva-me para o local, o teu local. Faremos dele amanhã o nosso sitio brilhante.
Mal posso esperar para que queiras que vá. São coisas simples.
Como o céu e o mar, e o mar e céu. A simplicidade do teu olhar que reflecte no estado de espírito de todos nós.
Não te removo. Não te largo. Estou perdido.
Coisas simples, in the Sun

8 comentários:

sofia disse...

São as coisas simples que tanto ansiamos. São delas que vivemos.
Olha o ceu e o mar e encontras-te de certeza...
Continua a guardar a simplicidade das coisas, das pessoas, dos momentos...vais chegar a uma soma saborasa de certeza.

Pedro Reis Sá disse...

Todas as somas são positivas...
Como diria a Mafalda Veiga - "sou de letras, não sei dividir"

sofia disse...

(sinais iguais dá mais nao é?)
mas as vezes dividir dá jeito...melhor é importante saber dividir...ate mais do que somar.

Pedro Reis Sá disse...

Prometo que vou reaprender matemática!
Não gosto de divisão... gosto de partilha.

sofia disse...

Esta matemática não é preciso aprender...mas concordo partilha adqua-se mais ao contexto.

Pedro Reis Sá disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Coisas simples, sim.
Quando estamos com quem gostamos,ou apenas num bom momento,felizes, desfrutamos do mais simples.Tudo é encanto e admiramos o que noutras circunstancias nos passaria despercebido.
Hoje, por exemplo, está um magnífico dia, cheio de sol, brilhante, que nos convida a sorrir, logo pela manhã.
Vou ligar aos meus amigos e dizer-lhes: riam, olhem o sol e respirem fundo. QUE BOM!

Cá estou eu... disse...

Perdido no olhar de alguém...Há coisa melhor?:)